TIJOLINHO: Como usar do Estilo Rústico ao Urbano




O tijolo aparente está muito presente no design de interiores, principalmente se você quer dar um ar mais rustico ou despojado aos seus ambientes. Ele tem várias tonalidades, podendo ainda ser pintado, e pode criar diversos padrões dependendo de sua disposição ou como suas juntas são tratadas.


Mas você sabe de onde o tijolinho veio? Qual seu estilo característico ou como usá-lo?


VAMOS COMEÇAR COM UM POUCO DE CULTURA...


Os vestígios mais antigos do uso do tijolo maciço de barro são datados de 7.500 a.C. na região da Turquia. Outros vestígios foram encontrados em Jericó e, a partir destas descobertas, concluiu-se que a invenção do tijolo de barro cozido data-se no terceiro milênio antes de Cristo e representou uma grande evolução para o ser humano, dando a possibilidade de construir residências mais resistentes e mais protegidas das intempéries.


Os tijolos foram usados amplamente nos quatro cantos do mundo, construindo desde residências humildes até os grandes palácios da Mesopotâmia. Por essa razão, o tijolo pode ser considerado um dos materiais mais democráticos que há.


Palácio da Mesopotâmia construído de tijolos maciços. Retirado de: goo.gl/aVTGGE



A partir da revolução industrial, os tijolos maciços foram substituídos pelos blocos vazados que eram mais fáceis de se produzir mecanicamente e utilizavam menos material.


Entretanto até os dias de hoje ele aparece como revestimento e elemento de decoração, apesar de que em algumas construções mais antigas, o tijolo original é deixado aparente como forma de demarcar a história do lugar.


É comum ouvirmos que o tijolo aparente está relacionado principalmente ao estilo rústico e ao industrial.


Apartamento de estilo industrial com tijolinhos.

Retirado de: br.pinterest.com/pin/823244006857131509/


Apartamento estilo rústico.

Retirado de: br.pinterest.com/pin/823244006857164642/



Antigamente, o estilo rústico era associado às casas de campo, entretanto nos dias de hoje ele está sendo incorporado a qualquer ambiente e em qualquer localidade. Também conhecido como “country style” ele se caracteriza pela sensação campestre de estar rodeado pela natureza.


Os materiais mais utilizados são a madeira (principalmente o pinho), pedras, tijolinhos, vime, linho, algodão, palha e a cerâmica, todos usados de forma crua, exposta e até mesmo com um aspecto gasto, seja nos revestimentos ou nos móveis. Nesse estilo, as imperfeições e os desgastes do tempo são vistos como algo belo.


Banheiro em estilo rústico. Destaca-se a presença de madeira e tijolinhos gastos e um pendente feito em vime.

Retirado de: br.pinterest.com/pin/823244006857164671/



Costuma ter vigas e treliças expostas e um tratamento diferenciado para as paredes, expondo seu material de construção como tijolinhos e pedras, ou dando um efeito de papel de parede gasto. Também é comum revestir a parede de madeiras cruas e claras ou pintar com tons terrosos e neutros, ou “branco sujo”.


O piso segue a mesma tendência, sendo trabalhado com tacos de madeira que podem ser pintados num tom de madeira mais claro.


Cozinha em estilo rústico. Presença de tijolinhos gastos que dão vida às paredes e piso em madeira clara que complementa a tonalidade dos tijolinhos e ainda dando destaque à tonalidade dos armários.

Retirado de: br.pinterest.com/pin/823244006857131525/



Com a paleta de cores dos revestimentos tendendo para o neutro, as cores são encontradas nos tecidos. Padrões como quadrados, xadrez, florais e listrados são muito característicos e estão presentas nas mais diversas colorações.


A mobília completa o ar campestre. É caracterizada por sofás imponentes e cobertos por almofadas, mesas grandes, largas e em madeira exposta, assim como grandes baús, cômodas e armários. Em contrapartida, as camas tendem a ser menores e mais estreitas.


Mobiliário em estilo rústico. Presença de baús e cômodas em madeira envernizada e com aspecto gasto. Os objetos de decoração completam o ar campestre.

Retirado de: br.pinterest.com/pin/823244006857131465/



Releitura do estilo utilizando mobiliário de aspecto antigo. Também podemos ver a presença do rústico na escolha de padrões dos tecidos. O toque contemporâneo foi dado na escolha e disposição de quadros que complementam a parede de tijolinhos.

Retirado de: br.pinterest.com/pin/823244006857131517/



Quando se trata de decoração e organização, tende-se a deixar tudo a vista em prateleiras despretensiosas. Cestos de vime e palha, assim como espelhos emoldurados nas paredes são comuns como objetos de decoração.


Cozinha com prateleiras aparentes, mesa larga e pesada e armários em madeira com peças expostas.

Retirado de: https://br.pinterest.com/pin/823244006857131505/



MAS PARA QUE LIMITAR ??


O tijolo é um dos materiais mais adaptáveis e versáteis que existem, podendo ser usados como revestimentos interno ou até mesmo externo com o tratamento adequado.


Fugindo do rústico, ele pode ser usado em qualquer lugar e em qualquer época. É completamente atemporal. Nos dias atuais, ele pode compor um estilo mais arrojado e contemporâneo, principalmente quando é pintado com cal, mas em qualquer estilo que você quiser usá-lo, ele será a escolha certa!


A seguir temos alguns exemplos de como usar o tijolinho aparente.





Espero que o post ajude vocês a se inspirarem!


Para aqueles que querem receber toda semana mais inspirações, se inscrevam na nossa página !! Mandaremos junto com toda matéria vários Pins do Pinterest exclusivos para vocês !!


Quinta-feira teremos um post prático falando de algumas características do tijolo e o que você deve considerar antes de fazer sua escolha!



Para saber um pouco mais sobre a história dos tijolos, acesse:

http://home.fa.utl.pt/~lcaldas/Tijolo.pdf

http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfKjQAF/seminario-sobre-tijolos



Gostou? Curta, compartilhe com amigos e deixe um comentário para continuarmos melhorando nosso trabalho!


Está inspirado ? Vamos por em prática juntos ?




Posts Relacionados

Ver tudo