5+ Dicas incríveis para usar cimento na decoração

O uso de cimeto como revestimento final na decoração é algo que tem dividido opiniões há algum tempo!


Apesar de o ESTILO INDUSTRIAL ser bem popular como tendência em cozinhas com salas de estar e jantar integradas, aparecendo frequentemente em revistas especializadas, muitos podem pensar que para aplicar esse estilo basta deixar a construção o mais sem acabamento possível.

Muito se enganam os que pensam que ser industrial é ser mal-acabado!

Seguem algumas dicas de como incorporar esse estilo fabuloso utilizando o nosso material da semana: o CIMENTO!

Já tá pronto! E agora?

Pisos cimentícios são conhecidos por serem extremamente resistentes. Por esse motivo são muito útil quando aplicados em áreas externas e mesmo em interiores.

Ainda que se tenha escolhido esse material para cumprir sua função, ninguém quer ter um piso descuidado, certo?

A melhor opção para aqueles que querem mante-lo com sua estética característica, sem gastar muito, é poli-lo de tempos em tempos.


Não se assuste! Polir um piso de concreto é similar a lixar um móvel de madeira para tirar as imperfeições do uso e do tempo. Basta fazê-lo com o equipamento adequado, que pode ser encontrado em qualquer loja de construção e bricolagem, e também definir se fará o polimento molhado ou a seco.

No método molhado, a água diminuindo a quantidade de pó levantado no ar, além disso esse método beneficia as ferramentas, diminuindo o calor que geram. Apesar de acabar com a poeira, a água aumenta a sujeira gerada.


Já no método de polimento de concreto a seco, a máquina em si contém o pó, evitando que o ar fique muito carregado e que a poeira se espalhe. Mas as ferramentas tender a ficar mais desgastadas.


Veja que lindos os resultados!



Vamos dar acabamento

Cimento queimado é prático, versátil e tem bom custo-benefício. A queima consiste em jogar cimento em pó sobre o piso de argamassa ainda fresco.

Para isso, a mistura de acabamento deve ser polvilhada seca sobre a argamassa de regularização ainda fresca da base recém-executada, até no máximo seis horas depois de aplicada, e depois ser regularizada com uma desempenadeira. Quanto mais fresca estiver a base, melhor a aglutinação do revestimento.



A mistura de revestimento leva uma parte de cimento Portland branco e outra de pó de mármore ou pó de quartzo , também conhecido como pó Xadrez, para dar a cor desejada.

Infelizmente, esse tipo de revestimento, é conhecido por apresentar trincas com o passar do tempo.

Para evitar a ocorrencia dessas pequenas fissuras, aconselha-se fazer juntas de dilatação, para que o material possa dilatar e retrair naturalmente, dependendo da temperatura. As juntas devem formar quadrados de dimensões entre 1,5m e 2m.

Apesar de ser quase impermeável, vale a adição de uma proteção final sobre o piso de cimento queimado. Recomenda-se a aplicação de camada de resina acrílica à base de solvente para proteger o piso da ação da água e diminuir o risco de manchas.


A evolução do revestimento

O cimento marmorizado, popularmente conhecido como tecnocimento ou microcimento, é a evolução do cimento queimado.

Esse revestimento polimérico a base de cimento, combina agregados minerais e uma resina específica que dá aderência e elasticidade ao revestimento, o que torna desnecessária a junta de dilatação.



Sua versatilidade de aplicação sobre revestimentos existentes torna-o ideal para para ser usado em reformas, diminuindo tempo, custos e resíduos em obra. Tem boa aderência sobre qualquer tipo de superfície, pequena espessura de aplicação (entre 2 e 3mm) e é impermeabilizante, de alta resistência. Seu efeito marmorizado característico pode ser finalizado em acabamento brilho ou fosco.

Pelas nossas pesquisas, os valores para aplicação variam entre R$70,00 e R$150,00 o m².



Mais rápico e prático

A pintura marmorizada é a alternativa ideal para quem quer transformar o ambiente de forma não permanente, sem obras e sem a necessidade de contratar mão de obra especializada. É fácil de fazer e tem baixo custo.


Antes de qualquer coisa, como sempre, é preciso se certificar de que a superfície esteja preparada para receber a textura. Ou seja, a parede deve estar lisa e, preferencialmente, pintada da cor branca.


A aplicação da textura é um pouco mais trabalhosa e demorada do que pintar uma parede de forma convencional. O processo consiste em pintar aleatoriamente, lixar, limpar a poeira, texturizar com uma desempenadeira de mármore, repetir o procedimento, aplicar cera e polir.


Existem vários tutoriais disponiveis online, com passo-a- passo e indicação de produtos. Veja mais de um para comparar os processos e resultados antes de fazer o seu!


Prático, rápido e reversível


Como para a maioria dos revestimentos hoje em dia, existem opções de papel de parede com textura de cimento e concreto nos mais diversos estágios de conservação.


Essa alternativa tem bom custo-benefício e é a que menos altera o ambiente base. Ótimo para aqueles que lidam com aluguel ou espaços temporários, como stands e outros.



Todas as nossas imagens estão disponíveis no Pinterest.


Gostou? Ficou em dúvida sobre alguma dica? Estamos a disposição!


Contate-nos e não deixe de nos dar um like no Facebook e nos seguir no Instagram!


Sempre temos inspirações para você.


Vamos fazer juntos? Acesse nossos serviços e descubra como podemos te ajudar.





Querem saber mais? Dê uma olhada no material de referência:


https://www.aecweb.com.br/cont/m/rev/cimento-queimado- saiba-evitar- o-aparecimento- de-trincas- e-manchas_9426_0_1


https://casa.umcomo.com.br/artigo/como-polir- um-solo- de-concreto- 14093.html


https://perguntas.habitissimo.com.br/pergunta/o-revestimento- de-microcimento- e-o-cimento-queimado-sao- a-mesma- coisa


https://casaeconstrucao.org/revestimentos/marmorato/

Posts Relacionados

Ver tudo
POSTS RELACIONADOS