5+ Super dicas para usar pisca na decoração

Um dos elementos mais importantes da decoração é a iluminação. Ela determina que elementos terão mais ou menos destaque e como essa integração do espaço é feita, além de atuar diretamente no conforto ambiental do usuário. Então trouxemos uma alternativa de iluminação diferente para vocês.


Todos temos familiaridade com os piscas-piscas. Eles estão muito presentes na decoração de Natal, nas fachadas das casas e enfeitando a árvore. Mas você já considerou utilizar o pisca-pisca nos demais meses na sua casa?


Ele ganhou uma certa notoriedade nos últimos anos, até por conta de elementos da cultura popular (acho que muitas pessoas conseguem associar os piscas com séries de tv por exemplo) e tem sido muito explorado nos últimos anos em ambientes como quarto, sala e varandas. Costumam dar um ar mais boho (veja o que é boho aqui) para os ambientes, mas na verdade podem ser utilizados para qualquer ambiente e estilo!


O pisca da mais personalidade ao seus murais de fotos.



Vamos falar um pouco de cultura?


A origem dos piscas é um tanto desconhecida, já que é algo que está enraizado nas culturas de diferentes lugares a muito tempo. Mas você já parou para se perguntar de onde eles vêm?


A origem do uso da iluminação em árvores se deu na Alemanha. Eles enfrentam um frio rigoroso durante as festas de Natal e, antigamente, não havia energia elétrica para aquece-los. Por essa razão, depois do pôr do sol era um momento muito difícil do dia.


Para unir o útil ao agradável, começaram a queimar troncos de árvores para lembrar que o sol sairia de novo no dia seguinte e ainda fazer um calorzinho.


Essa tradição foi se espalhando e se sofisticando até que as pessoas tivessem o costume de montar uma árvore em suas casas e acender diversas velas. Acho que não é preciso ressaltar o quanto essa prática era perigosa, o risco de incêndio era muito alto. Tanto, que as árvores só eram montadas dias antes do Natal e desmontadas logo depois.



E os piscas elétricos?


Voltamos a Thomas Eddison, criador da lâmpada. Ele necessitava fazer propaganda e vender seu produto e um amigo Edward Johnson teve, então, a ideia de apelar para o lado sentimental das pessoas durante as festas e combinar a lâmpada com a árvore de Natal. Ele montou a primeira árvore de Natal com várias lâmpadas e deixou-a a mostra.


Árvore de Edward Johnson


Os piscas-piscas como conhecemos hoje foram resultado de um truque de marketing criado pelo pai da lâmpada, que deu tão certo, que foi incorporado durante muitos natais seguintes até o presente.


Nos dias de hoje podemos usar o elemento de diversas maneiras que iremos mostras a seguir:


Que tal usar no seu quarto?


Um dos usos mais comuns para os piscas são nos quartos. São muito versáteis em quartos infantis, integrando-se ao design, criando um ambiente mais dinâmico ao mesmo tempo que substituem abajures.


Os piscas podem substituir luzes secundárias.


Mas para os mais crescidinhos, também é possível aplicar essa iluminação, podendo ser usada em cabeceiras, penteadeiras, mural de fotografias e araras de roupas. Como o quarto é um ambiente mais intimista, o uso de piscas é muito amplo e depende apenas da personalidade da pessoa e qual parte do seu cantinho ela deseja ressaltar.


Podemos encontrar também desenhos feitos em piscas como corações, nuvens e outros elementos que podem atuar como objeto decorativo e são uma boa alternativa para escritos em LED por exemplo.



Sala com piscas


Quem disse que os piscas não podem entrar nas áreas sociais da casa? Há várias formas de uso que conferem uma certa sofisticação a sua utilização, como por exemplo atrás de cortinas, criando um efeito lindo a noite.


Eles também podem substituir uma iluminação secundária (ou primária como lustre, por que não?) ou ressaltar objetos de decoração ou quadros e sua presença pode agregar desde sofisticação, até um clima mais divertido passando pelo Boho e o retro.



Piscando do lado de fora


Os piscas são elementos muito interessantes de serem utilizados no exterior, em varandas ou em quintais. Eles são ideais para dar um clima mais romântico ou mais boêmio ao ambiente.


Podem ser utilizados em forma de varais, chuva de piscas, com vegetação ou em corrimãos. Também são os preferidos para iluminação de festas ao ar livre, tanto diurnas quanto noturnas.




Ambientes diversos


Como a sua casa deve ser um lugar de expressão própria (saiba mais aqui), trouxemos algumas alternativas para as pessoas que não querem parar por aqui e podem utilizar piscas em ambientes diversificados como home offices, cozinhas e até mesmo banheiros, por que não?


São bons substitutos para lustres, ficam ótimos ao redor de espelhos e ainda podem ser usados como objetos de decoração (dentro de garrafas por exemplo), podendo ser realizados pelos próprios moradores (DIY) e substituindo abajures e luzes secundárias.


Diversidade sempre


Uma das vantagens de se utilizar piscas é a infinidade de possibilidades e personalização que ele oferece. Eles podem ser encontrados nos mais diversos tamanhos, cores, formatos, com decorações diversas ou sem. Podemos encontrar também piscas e mangueiras em LED que com um pouco de criatividade podem ser incorporados nos seus ambientes.


E você ainda pode personalizar os seus piscas com decorações como flores, bolas e os mais diversos formatos para ter o efeito desejado.


Lembrando também que eles são boas opções para todo tipo de festas, fáceis de instalar e mudam completamente o aspecto do local.



Algumas coisas a considerar


Antes de sair enchendo a casa com piscas, temos mais algumas dicas para vocês!

Primeiramente, tomem cuidado com as luzes piscando sem parar. Além de se tornar muita informação, tende a ser cansativo para as pessoas que frequentam o local. Como o elemento já chama muita atenção por serem vários pontos de luz, o ideal seria que sua iluminação fosse estável (sem piscar).


Outro ponto importante é a cor do pisca. Os coloridos são super dinâmicos e divertidos, mas você considerou o que o acréscimo de tantas cores pode trazer ao seu ambiente? Assim como qualquer elemento de decoração, ele deve se integrar ao espaço em harmonia, dando a ideia de conjunto.


É importante ressaltar que os piscas são elementos luminosos que podem entrar em conflito com outros elementos como televisão e diferentes tipos de telas, gerando reflexos. O inverso também é válido, se estes forem posicionados perto de lustres, abajures e luminárias de diferentes tipos, estes podem perder o impacto desejado.


Tome cuidado com o uso excessivo de piscas para não ofuscar a visão.


É sempre bom pesquisar antes de comprar qualquer coisa! Isso inclui os piscas. É necessário saber se eles são ideais para áreas internas ou externas, sua vida útil e cuidados a serem tomados com cada tipo.


E o mais importante: DIVIRTA-SE!!



Todas as nossas imagens estão disponíveis no Pinterest!


Gostaram do post?


Não deixem de comentar, dar um like e nos seguir no Facebook e Instagram!


Quer saber como podemos te ajudar? Clique aqui e descubra!!


Posts Relacionados

Ver tudo
POSTS RELACIONADOS
Posts Recentes
Arquivo

Contato:

E-mail: hoc.arq@gmail.com

Tel: (11) 94151-8933

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle