top of page

07 DICAS ESSENCIAIS SOBRE ARMÁRIOS DE COZINHA


A cozinha é um dos ambientes essenciais de uma casa! Seja num apartamento studio (a antiga kitnet) ou uma casa com 1000 quartos, quem não deseja um espaço para preparar suas refeições de forma prazerosa e ao mesmo tempo funcional?

(Se você ainda não leu o post dessa segunda-feira sobre como deixar sua cozinha mais funcional, clique aqui!)


Ao libertar o chef que há dentro de você é importante ter funcionalidade e organização. E quando falamos de organização na cozinha também estamos falando de armários!




O trabalho com marcenaria é um dos mais importantes em um projeto de design de interiores. Afinal, armários são os maiores e, na maioria das vezes, os mais custosos móveis da casa. Os armários ideais para sua cozinha devem otimizar o espaço e é isso o que buscamos ao fazer o planeamento e projeto de armários para nossa casa, certo? Infelizmente, nem sempre conseguimos o resultado esperado, seja em questões de disposição, dimensões, disponibilidade para armazenamento.


Foi pensando nisso que listamos essas super dicas para ajudar você com os armários da sua futura casa, ou para você, que não sabe bem se fez as escolhas certas para sua cozinha atual!



​01. Planejado ou sob medida?


Talvez a maior dúvida quanto ao assunto armários:


- Planejado: Projeto de um móvel usando uma composição de módulos com medidas e estrutura padrão definida, parcialmente personalizável.


- Sob-medida: Projeto de um móvel desenhados especificamente para um determinado espaço com medidas diferenciadas, totalmente personalizado.


Os conhecidos marceneiros são os responsáveis pela produção dos armários sob medida. Ainda que trabalhem com algumas medidas padrões para se adequar a maioria dos novo empreendimentos, é possível fazer um projeto inteiramente único, com os materiais, estruturas, mecanismos e a disposição de espaços que lhe convier. Mas lembre-se que toda essa personalização tem um custo, é um trabalho feito por encomenda.



(Você sabia que a nossa equipe faz projetos de marcenaria personalizados? Fale com a gente!)


Os planejados por sua fez, tem um custo muitas vezes mais acessível por contar com um sistema de produção maior. Há diversas tipos de módulos com dimensões e opções de acabamentos disponíveis. Muitas das lojas especializadas em planejados contam com profissionais qualificados para te ajudar a montar o projeto mais assertivo para você, mas é importante saber o que você procura para não se deixar levar.




​02. Tudo embutido


Além das preocupações com o Layout em triângulo, do post dessa semana, os espaços para alocar os eletrodomésticos é algo que interfere na hora pensar nos armários. A maioria dos empreendimentos novos vem com locais predefinidos para aloca-los, mas buscando o maior aproveitamento do espaço, muitas vezes optamos por embutir tudo!


Se esse é o seu caso, pense bem sobre os eletrodomésticos que quer comprar antes de fechar o projeto dos armários. Ainda que geladeiras, fogões e microondas tenham medidas padrão, há variações sobre a capacidade em litros e o número de bocas, por exemplo. E se você vai optar por cooktop e forno separados, consulte um profissional sobre as possibilidades do layout!




(Quer reformar totalmente sua cozinha? Vamos marcar um café com o HOC Arquitetura para falar sobre a cozinha dos seus sonhos!!)



​03. Segurança


Para aqueles que tem crianças em casa, esse item é extremamente importante!


Temos sim que pensar na segurança ao projetarmos nossos armários sobre dois aspectos principais:


- Microondas

Comumente colocado sobre a pia, a estrutura do nicho necessária suporta-lo é mais profunda que os armários aéreos, o que acaba causando incomodo visual e espacial no uso da pia diariamente. Porém, coloca-lo na parte da bancada baixa é uma alternativa desaconselhada, pelo risco que representa às crianças, que podem colocar objetos dentro do aparelho e causar acidentes. Nesse caso, prefira as torres de eletrodomésticos.




- Travas especiais

Se você tiver crianças em casa use uma trava especial para fechar as gavetas com objetos cortantes e pontudos, cristaleiras e o armário de produtos de limpeza.



​04. Setorização


Pensar nos utensílios que você tem e em como você pretende guarda-los é importante para decidir as tipologias dos seus armários. A setorização ajuda na hora de organizar e de usar a cozinha todos os dias:


- Pratos e copos sempre devem estar a mão, ou na altura do rosto, ou na altura da coxa;

- Cristais e as louças mais sofisticadas para ocasiões especiais podem ser guardadas em uma bonita cristaleira ou num buffet, na sala;

- Eletrodomésticos devem estar guardados sempre juntos, de preferência na bancada baixa;

- Panelas próximas ao fogão;

- Formas e travessas empilhadas em um lugar baixo;

- Alimentos em um locais seco, longe do fogão e do forno, de preferência em um armário pouco profundo;




(Vamos projetar seus armários juntos! Não vai ficar nada de fora!)



​05. Organizadores


Assim como as colmeias que usamos no guarda-roupas do quarto para organizar meias e roupas íntimas, existem aramados específicos para organização da cozinha.


Os mais comuns, você já deve ter visto no post dessa segunda-feira, são aquelas barras organizadoras de utensílios, facas e temperos, que penduramos na parede sobre o fogão e a pia. São realmente ótimas para complementar a decoração e dispor sempre a mão o que precisamos na hora de cozinhar!