top of page

REFORMA FÁCIL: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBE PAPEL DE PAREDE

A decoração com papel de parede está cada vez mais presente na casa das pessoas! E as vantagens desse tipo de material são muitas: são baratos, fáceis de aplicar, tem uma enorme variedade de padrões e cores, entre outras características.


Entretanto, para você fazer a melhor escolha para o seu caso, é necessário que você saiba de todas as vantagens, desvantagens e opções existentes para você, não é mesmo? E é aí que entra o trabalho do arquiteto: te apresentar opções e tirar todas as suas dúvidas!!


Afinal, nosso trabalho não é escolher por você, mas te ajudar a fazer a melhor escolha possível para o seu lar dos sonhos!!



Pensando nisso, reunimos todas as informações que você precisa ter na hora de escolher se o papel de parede é a escolha certa para você!


Tipos de papel de parede


Existem diversos materiais com os quais são feitos os papéis de paredes e cada um deles é ideal para um tipo de situação. Vamos conhecer eles:


-Vinílico: Feito de PVC, é a melhor opção para locais externos, úmidos e/ou com alta incidência de luz natural. Pode ser aplicado sobre paredes irregulares, tem alta durabilidade e pode ser lavado com detergente neutro e esponjas macias.


-TNT: o famoso papel de parede em tecido! Na realidade, o TNT não é exatamente um tecido, mas sim uma composição de fibras de poliéster e celulose. Ele é resistente à incidência de luz e pode ser aplicado em paredes regulares ou não apenas com cola branca. É indicado para todas as áreas e sua limpeza pode ser feita também com pano úmido.




-Acetinado: Não é tão resistente quanto as opções anteriores, mas tem uma ótima vantagem: ele é antialérgico! Além de ter um toque suave, a textura desse papel de parede não acumula poeira e é ideal para quarto de crianças.


-Mica: Provavelmente a opção mais diferente entre as existentes no mercado, essa opção é composta por uma seleção de pedras e é bastante delicado. Sua limpeza deve ser feita por espanador de pó apenas.



-Tradicional: O papel tradicional é realmente papel: feito de celulose. Ele é uma das opções mais sensíveis, porém, tem o menor custo. Por conta de sua fragilidade, deve ser aplicado apenas a superfícies lisas e limpo com panos secos e espanadores.


-Alto-relevo: Este modelo está super em alta! O papel de parede em alto-relevo possui uma espuma interna que cria as formas em relevo. Por ser um material um pouco mais delicado, evite aplica-lo em áreas úmidas e utilize panos secos e aspirador de pó para sua limpeza.



-Veludo: O papel de parede de veludo é muito sensível, apesar de muito rico. Ele é ideal para trazer elegância para os seus ambientes, mas deve ser colocado em locais secos, com pouca circulação e longe da incidência solar. Sua limpeza deve ser feita apenas por espanador de pó.


-Poliéster: Outra opção interessante para ser aplicado em áreas de grande circulação e áreas molhadas. Muito resistente, o papel de parede de poliéster pode ser limpado com um pano úmido.



-Emborrachado: Por ter uma camada de EVA na sua composição, ele é muito resistente e ideal para áreas úmidas. Pode ser limpado com detergente neutro e uma esponja macia.


-Adesivo: A vantagem dessa opção é clara: ele é autoadesivo! Feito de material resistente, esse papel de parede pode ser aplicado em qualquer ambiente sem a ajuda de cola, o que diminui o custo do processo.


Como aplicar


Existem várias formas de se aplicar o papel de parede com diferentes níveis de dificuldade. É importante lembrar que a maior parte dos papéis exigem que a superfície de aplicação esteja lisa, então não esquecer de dar aquela lixadinha, ok?


Listamos aqui as formas mais comuns de aplicação:


-Autoadesivo: a forma mais prática de aplicação! O papel já vem com uma cola própria (como se fosse um adesivo). Sua preocupação nesses casos é a junção entre as folhas para não desencontrar o desenho e a utilização de uma espátula para que não se criem bolhas de ar.



-Cola em pó: Essa tarefa deve ser utilizada por mais de uma pessoa! A cola em pó deve ser diluída em água por pelo menos 30 minutos e permanecer no papel de parede cerca de 5 minutos antes de ir a parede. É uma das técnicas mais demoradas de aplicação.




-Cola ativada pela água: Alguns modelos de papel de parede vêm com um tipo de cola especifico que é ativado pela água. Você deve aplicar a cola na parede, porém, na distância da borda do papel de parede (não se esqueça de medir bem!) e borrifar um pouco de água para ativar a cola. Em seguida, cole o papel de parede.


-Cola branca: para alguns papéis como o de TNT e o tradicional, a cola branca normal já resolve o problema da aplicação! Espalhe bem a cola com um pincel nas bordas do papel de cole-o na parede. Tome cuidado na hora de juntar os desenhos!


Padrões


A quantidade de padrões de papéis de parede existente no mercado é enorme! Você vai encontrar desde listras e padrões geométricos a arabescos e folhagens. Você ainda pode encontrar revestimentos imitando materiais como tijolinho, madeira e linho.



Mas atenção: tem uma diferença entre padrões de papel de parede e gravuras. O papel de parede tem um padrão que pode ser repetido infinitamente, já a gravura, é um desenho com tamanho certo (começo e fim), sem a possibilidade de ser aumentado. Outra diferença é o material com que as gravuras são feitas, geralmente tem uma quantidade menor de variedade de materiais.