7 SUPER DICAS PARA DECORAR AMBIENTES PEQUENOS

Se você está lendo esse texto, você provavelmente já abriu uma revista de decoração com ambientes enormes super decorados, com muitos móveis e objetos de decoração! Mas a verdade é que você não precisa desses cômodos enormes para ter uma casa decorada e bem resolvida.


Nas grandes cidades, as casas e apartamentos estão cada vez menores, seja por causa do estilo de vida, do preço do metro quadrado ou quantidade de pessoas vivendo sob o mesmo teto.


Por esse motivo, um dos principais objetivos da arquitetura e do design de interiores nos dias atuais é aproveitar ao máximo o espaço disponível para trazer melhor qualidade de vida para pessoas. Afinal, ainda precisamos de espaços para armazenamento e para realizar nossas tarefas diárias.


Foi pensando nisso que fizemos esse post com sete dicas para ajudar você a otimizar seus espaços e ter a casa dos sonhos!


Ambientes integrados, porém, divididos!


Nossa primeira dica é apostar em ambientes integrados! E por que?


Primeiramente porque paredes ocupam espaço! E no caso de casas e apartamentos pequenos, esse pode ser um espaço valioso que está sendo ocupado por paredes que podem ser dispensadas. Além disso, você ter a visibilidade de outros ambientes dá a impressão de que a sua casa é maior.



Cozinhas americanas são ideais para essas residências pois permite a integração da cozinha com a sala, além de utilizar elementos como balcões que são uma ótima bancada de apoio no dia a dia e em alguns casos podem até mesmo substituir a sala de jantar. Porém atenção! Não derrube suas paredes antes de consultar um profissional!


(Com dúvidas sobre a sua cozinha? Descubra aqui 5 erros comuns de decoração e como evita-los!)


Você também pode integrar o home office à sala com um móvel personalizado. Invista em ambientes versáteis que se ajustam às suas necessidades, é possível fazer muito com pouco espaço!


Projeto autoral, integração de home office á sala.


Um truque interessante para fazer com que sua casa pareça maior é criar ambientes dentro do mesmo ambiente integrado.


Mas o ambiente não era integrado?


Pois é! É importante que você tenha campo de visão para todos esses ambientes, porém, que cada ambiente seja demarcado seja por uma cor na parede, troca de piso ou mesmo pela decoração e mobiliário. Essa diferenciação faz com que seu cômodo pareça maior pois ele comporta vários espaços.


Projeto autoral HOC Arquitetura. Diferenciação de ambientes por cores.



Proporção


Algumas pessoas costumam ir às lojas de móveis sem as medidas dos ambientes e compram sua mobília baseadas no “acho que cabe” e muitas vezes acabam com um elefante branco na casa.


Se você tem um espaço restrito para seu mobiliário é imprescindível que você tenha todas as medidas antes de ir às compras. Não somente para saber se o móvel de fato cabe no seu ambiente, mas também para ter uma noção de proporção.


Um sofá muito grande, ou um painel que ocupe muito espaço na parede fazem com que sua casa ou apartamento pareça ainda menor!



(Saiba mais aqui em 6 erros comuns na decoração de salas)


Todos queremos um sofá ou uma cama super confortáveis, mas vocês não devem sacrificar seu espaço já reduzido para isso. Afinal, conforto não tem nada a ver com tamanho!


O mesmo se aplica para todos os móveis. Analisem o que de fato cabe no espaço de vocês e optem por poucos móveis. Mais espaços livres dão amplitude aos cômodos.


Armários planejados


Armários planejados são essenciais nesses casos! Móveis mais personalizados se adaptam muito melhor às suas necessidades, sem falar que, com menos espaços para armazenamento, é importante aproveitar os espaços aéreos e espaços residuais como os corredores para colocar armários e prateleiras.



E nem sempre as áreas disponíveis estão nos tamanhos convencionais. Muitas vezes, são necessários armários menores, mais estreitos, ou em formatos diferenciados para se adaptar a sua casa da melhor forma.


Não se esqueça dos espaços aéreos! Prateleiras em quartos e salas ou nichos abertos nos banheiros são boas alternativas de ter mais espaço de armazenamento sem que o ambiente pareça pesado ou amontoado.


Outra dica interessante é a utilização de beliches ou camas aéreas no quarto das crianças. É uma forma interessante de aproveitar o espaço do chão para a criança brincar, fazer lição de casa e outras atividades sem que ela esteja apertada.



Procure sempre orientação de arquitetos, designers, marceneiros e lojas especializadas para ter as melhores soluções.


(Quer saber mais sobre armários planejados? Clique aqui!!)


Mobília multiuso


Como o ideal é você investir numa quantidade menor de móveis, é importante você tirar o máximo de proveito dos existentes. Peças como cama box são imprescindíveis para ganhar espaço de armazenamento sem perder o conforto.


Aposte também em móveis sob medida. Um hack integrado com home office, uma mesa retrátil na cozinha ou um baú no banco do canto alemão fazem toda a diferença na dinâmica do dia a dia.



Outra dica é apostar em peças coringas como pufes e Garden seats. Eles podem ser utilizados como mesas de apoio ou assentos extras quando você tiver muitos convidados. Lembre-se de reservar um canto para guardá-los quando eles não estiverem sendo utilizados.


Ajuda profissional


Pode parecer que a contratação de arquiteto e designers se restringe apenas a grandes espaços, mas a verdade é a ajuda desses profissionais é tão importante quanto (senão mais) quando se trata de espaços pequenos!


O trabalho do arquiteto e do designer de interiores não é apenas deixar o ambiente bonito. Ele consiste em explorar toda a funcionalidade que o espaço pode ter e atender todas as necessidades do cliente.



Existem vários tipos de escritórios voltados para vários tipos e público. Vale a pena a pesquisa e a cotação com mais de um profissional. Com certeza você vai encontrar o profissional ideal para te ajudar a explorar seus espaços da melhor maneira possível!


(Comece sua cotação com o HOC Arquitetura aqui!)


Iluminação


Um ambiente mal iluminado parece menor. Por essa razão, certifique-se de não bloquear a entrada de luz natural de nenhum dos seus cômodos.


Em muitos casos, a iluminação natural não é o suficiente para ter um ambiente agradável. Procure distribuir bem a iluminação por todo o ambiente através de mais de uma fonte de luz (luzes principais e secundárias). Você pode optar por arandelas ao invés de abajures e luminárias de chão para ocupar menos espaço e ainda assim ter o efeito desejado.



Espelhos


Você com certeza já deve ter ouvido que espelhos aumentam o ambiente e isso é um fato. Os espelhos dão a sensação de amplitude para os espaços e são ideais para ambientes muito apertados. Mas tome cuidado com os excessos e evite colocar espelhos refletindo um ao outro. Os ambientes ideais para se utilizar espelhos são a sala de jantar, quarto e banheiros!



(Mais dicas sobre espelhos aqui!)


Cores e decoração


É de conhecimento de todos que cores mais claras ampliam o ambiente. Entretanto, isso não quer dizer que você deva abrir mão de cores mais escuras nos seus ambientes! Há muitas outras formas de ampliar o espaço utilizando cores em apenas uma das paredes ou em um nicho específico. Não se esqueçam que uma cor mais forte traz personalidade e aconchego aos seus espaços.


Quanto a objetos de decoração e quadros, eles são ideais para trazer vida aos cômodos, mas aqui vale a mesma regra do mobiliário: menos é mais! A quantidade de objetos de decoração deve ser proporcional ao espaço, do contrário, seu espaço irá parecer amontoado e ainda menor.



Isso não quer dizer que você deva deixar seu espaço sem nenhum adereço, mas escolha locais específico e evite muitos bibelôs. O mais indicado é optar por objetos que sirvam de decoração, mas que ainda sejam uteis no dia a dia como panelas decorativas na cozinha, por exemplo.




Esperamos que vocês tenham gostado das dicas! Para mais dicas e inspirações, não esqueçam de curtir a gente no Facebook e nos seguir no Instagram.


Está inspirado? Podemos ajudar!! Clique aqui e saiba como!

Posts Relacionados

Ver tudo
POSTS RELACIONADOS